POLO TECNOLÓGICO DO OESTE CATARINENSE
Telefone: (49) 3324.4342 Email: deatec@deatec.org.br

NOTÍCIAS DO DEATEC

Fique por dentro de tudo que acontece no setor de TIC no oeste de Santa Catarina relacionado ao DEATEC

Deatec e parceiros apresentam solução para migração automatizada de sistemas legados

15/06/2018 10:15:52

As mudanças tecnológicas ocorrem de maneira cada vez mais rápida e quem não acompanhar pode ficar de fora do mercado. Para apresentar o que está sendo feito na Europa e Estados Unidos para migração automatizada de sistemas legados, a Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec), a Datainfo e o Sindicato das Empresas de Processamento de Dados, Software e Serviços Técnicos de Informática do Estado de SC (Seprosc) promoveram, nessa semana, em Chapecó, uma palestra para empresas e profissionais de desenvolvimento de software que apresentou um moderno processo de migração para um sistema moderno.

Os sistemas legados são softwares que foram desenvolvidos há muitos anos, com tecnologias que, hoje, são consideradas obsoletas ou têm custo muito alto, são difíceis de dar suporte ou de encontrar profissionais com conhecimento para manutenção, além de terem fraca competitividade e compatibilidade com versões mais modernas. Esse tipo de sistema deixa as empresas reféns de profissionais raros e caros.

Na palestra, o arquiteto de softwares da Datainfo Daniel Jeremias, o diretor de gestão privada Marcos Moraes, o diretor comercial da Morphis Tech Brasil Francisco Neto e o especialista em modernização de sistemas legados da Morphis Tech de Portugal João Cruzapresentaram uma alternativa de migração automatizada que proporciona até 90% de automação e até 80% de redução no tempo de entrega ao mercado.

Moraes frisou que a apresentação foi realizada nos principais polos tecnológicos do Estado, com encerramento em Chapecó. De acordo com ele, pesquisa da Vanson Bourne Tech Research mostrou que 73% dos entrevistados têm dificuldade com os sistemas legados. “Nós trouxemos essa solução que possibilita a transferência do sistema quase sem interação humana, proporcionando agilidade e redução de custos, sem precisar fazer um novo software”.

Jeremias observou que reescrever o software é mais caro e há possibilidade de ter os mesmos problemas que tinha com o sistema antigo. “A solução que trouxemos é de uma empresa portuguesa, líder mundial em modernização de software e que é especialista em transformação de software legado para tecnologias emergentes como java ou dotnet”. A mudança dos sistemas ocorre de forma automatizada. O objetivo é manter a lógica de negócio e o comportamento de aplicação do software. “Nesse processo de transformação, pode-se fazer algumas melhorias de maneira automatizada no processo através da análise do código que antes seriam feitas manualmente ou alocando uma equipe de pessoas, ou seja, um aplicativo faz isso para você”, explicou Jeremias.

As empresas que migram para um sistema moderno ganham em time to market. “Reescrever um software é complicado porque a empresa não conseguiria fazer isso a tempo de se colocar no mercado”, realçou Jeremias. “Existem empresas que estão a ponto de fechar as portas porque a tecnologia que possuem não vende mais. Então, a modernização é fundamental, mas precisa ser feita de maneira ágil”, acrescentou.

O programador da Gamatec, Cleiton Gregory, participou da palestra para conhecer o software. “Eu queria entender como a ferramenta funciona e a sua aplicação. É uma ideia inovadora e a palestra foi interessante. Conhecendo o sistema, podemos também indicar para clientes com necessidade de fazer a migração do sistema legado”.

Para o diretor de Relações Sindicais da Deatec, Marcio Muxfeldt, eventos como esse são importantes para trazer conhecimento e troca de informações que auxiliarão os empresários para uma futura tomada de decisão. “As empresas, principalmente as que possuem uma quantidade considerável de clientes, deparam-se com a terrível decisão em ter que avaliar novas tecnologias, sendo a principal dificuldade ter que desenvolver tudo do zero, tomando muito tempo, investimento e conhecimento. A Deatec busca sempre contribuir para encurtar caminhos e apresentar soluções viáveis e eficientes aos associados”.